A vida contemplativa

“Não remoa em vão orações vãs. Diga sem cessar palavras de amor”.

Na escola do Carmelo, nossa espiritualidade é marcada por:

A vida de oração. A oração é a estrada real que conduz Àquele que é o Amor. Este coração a coração permite-nos entrar na bem-aventurança que é ver a Deus, e aos poucos configura-nos à sua semelhança, atualizando as palavras do apóstolo João: “Quando Jesus se manifestar, seremos semelhantes a ele porque O veremos como Ele é”  (1 Jo 3,2)

Um espírito de infância. Marcada pela pequena via de Santa Teresinha do Menino Jesus, os membros da Comunidade põem-se à escola da confiança, do abandono. Buscando ser o amor no coração da Igreja, vivendo com espírito de simplicidade e de alegria.

Nesta dimensão carmelitana, nossa espiritualidade manifesta a sua especificidade através:

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Todos os dias, cada um de nós faz o tempo de oração diante do Santíssimo Sacramento, o sol do Amor. Perseverantes nesta oração silenciosa, abandonamos nossas obras para nos pôr mais sob o olhar de Deus.

A manducação da Palabra de Deus. As palavras da Sagrada Escritura fazem nossa delícia. Como a Virgem de Israel guardaremos estas palavras em nossos corações, dia e noite, e seguindo o Povo eleito, buscaremos na tradição dos santos Padres a compreensão dos tesouros que a Palavra contém.

A devoção a Maria. Através de nossa consagração à Virgem Maria, queremos acolher Aquela a quem a Comunidade pertence e entrar num relacionamento pessoal e comunitário com a Mãe de Deus, renascendo à vida espiritual em Maria, através d’Ela, com Ela. Aprendemos a escrutar com perseverança as Escrituras e a conformar-nos à sabedoria de Deus que confunde os fortes pelo que é fraco.

Um tormento pela unidade e pelo Povo eleito. Oramos pelo fim do escândalo da divisão no Corpo de Cristo, pedindo ao Pai que suscite diálogo onde há endurecimento, que inspire os líderes de igrejas e de comunidades e que dê a todos a paixão da unidade. Também rezamos com e para o Povo eleito, especialmente sexta-feira à noite, cantando em hebraico salmos e textos bíblicos do Shabat.